quarta-feira, 11 de agosto de 2010

"Vai menina, fecha os olhos. Solta os cabelos. Joga a vida. Como quem não tem o que perder. Como quem não aposta. Como quem brinca somente.
Vai, esquece do mundo. Molha os pés na poça. Mergulha no que te dá vontade. Que a vida não espera por você. Abraça o que te faz sorrir. Sonha que é de graça.
Não espere. Promessas, vão e vem. Planos, se desfazem. Regras, você as dita. Palavras, o vento leva. Distância, só existe pra quem quer. Sonhos, se realizam, ou não.
Os olhos se fecham um dia, pra sempre. E o que importa você sabe, menina. É o quão isso te faz sorrir. E só."



Acabei de ler esse texto num outro blog e me identifiquei tanto que resolvi repostar aqui....
Porque hoje não tô bem e definitivamente, NÃO me permito NÃO estar bem... 
Queria hoje, poder realmente fechar meus olhos, soltar meus cabelos e me jogar na vida ... Sem medo de ser feliz!
Esquecer o mundo seria perfeito... Queria poder viver no meu mundo... Mundo esse cheio de amor, paixões bem sucedidas, dia agradável, grama verdinha, uma sombra boa pra deitar e relaxar... Uma boa companhia, de preferência alguém que cantasse e soubesse tocar um violão... Ah, como queria alguém pra me chamegar, beijar, amar...
Às vezes me sinto assim...Carente...
Vontade de estar comigo mesma... 
Pra ser sincera, não tem sido fácil estar assim tão íntima comigo mesma, tenho tentando fugir de mim, dos meus sentimentos, das minhas angústias, incertezas... 
Mas hoje, especialmente hoje, queria ter esse tempo pra mim. Poder parar quietinha e me encontrar comigo, analisar um pouco a vida que tenho levado, vida sem graça... Muito só... 
Eu sei.... tenho amigos maravilhosos, que riem de mim, pq me acham engraçada, gente boa, sempre de bem com a vida... Mas não é bem assim não... Nem sempre estou tão de bem com a vida, tenho lutado bravamente para parecer ESTAR DE BEM COM A VIDA! 
Será que estou usando mácaras,  *César? 
É... pensando bem no que conversamos, ando usando sim a máscara de felicidade e estou me saindo bem no papel de atriz... Porque lá no fundo, não estou tão bem, MAS VOU FICAR! 
Eu sei muito bem o que me falta e preciso administrar melhor essa falta. 
Na verdade, acho que tenho até me saído muito bem, levo minha vida aqui tranquilinha. Tenho meu trabalho, moro com meus pais e minha filha numa casa legal, tenho amigos leais mas me falta... 
O AMOR.... Amor homem- mulher... Isso me incomoda, sinto falta, muita falta...
Mas cansei de correr atrás do AMOR...
Eu estou aqui... coração aberto... sem medo de ser feliz... 
Então AMOR, se você quiser, que corra atrás de mim agora... 
Sabe bem o que vai encontrar...



* César: cantor, compositor, novo amigo querido... Quem quiser conhecê-lo mais... http://www.myspace.com/cesarcesar

3 comentários:

Anônimo disse...

Querida Pat, eu te vejo em uma mistura de sensações e sentimentos que talvez a ansiedade a esteja confundindo e te sufocando... sua mente parece estar a mil por hora, quando na verdade deveria estar andando na inércia da paz e da tranquilidade...não parado lógicamente, mas na velocidade da sabedoria dizendo que este amor já existe e faz parte de sua vida. Tudo é uma questão de paciência e serenidade... ele está aí, e virá bem antes do que imagina. Amor é assim... te adoro!!
beijos. Ed

Ajisma disse...

Fiquei com ciumes de César. Ele teve direito a um post.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Postar um comentário